quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

A CEE, a comunidade e a união europeias

A construcção do actual espaço geopolítico europeu prefigura desde há muito, o «pan-gnosticismo», a «certeza» de que nenhuma crença é verdadeira, e assim sendo, a "reserva moral" do homem começa a aproximar-se do seu grau limite. Se tudo é posto em causa, muitas vezes sem qualquer nexo causal aparente, só podemos começar a questionar o grau de sanidade da sociedade.
 
Há muitos equívocos opinativos sobre a fundação da CEE, e a "paz" da qual a mesma dizem ser responsável, não passa de uma "paz podre". O recente nobel da paz deste ano é o exemplo perfeito de tal situação. A situação, aliás, foi mais do que caricata, foi estropitosa! Mas, como os interesses americanos na europa foram acautelados, e dirigindo-se os mesmos para o pacífico, malhem lá um nobel para a uniãozeca europeia, para que o povinho mascoto e inculto por decreto, acredite nessas patranhices, ganhando assim os governos (maçonaria) e os grandes monopolistas (trilateralistas e bilderbergs). 
 
E a farsa, à boa maneira "democrática", continua; em Portugal há o perigo (para o povo, claro) de o partido que mais contribuiu para o descalabro do nosso país, seja mais uma vez premiado!! O governo pode ser-lhes entregue de bandeja... e foguetes em bruxelas...