quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Bloguista homofóbico e anti-igualitário


1 comentário:

  1. Muito mais importante do que estar a falar em 'heteros' e 'homos'... interessa, isso sim, discutir o Direito a ser PAI SOLTEIRO em sociedades Tradicionalmente Monogâmicas!!!
    De facto, não deve existir Direito de Veto:
    - ora, observando o dia-a-dia, constata-se uma dualidade de critérios óbvia: em relação aos machos com 'bons tiques' de testoterona desculpa-se 'isto e mais aquilo', pelo contrário, em relação aos machos com 'maus tiques' de testoterona, quaisquer 'pintelhices' servem para implicar... concluindo, a opinião das mulheres é importante, sim, todavia - nas sociedades tradicionalmente monogâmicas - não devem possuir o Direito de Vetar quais os machos que não possuem o Direito de ter filhos.


    UMA QUESTÃO A LEVANTAR:
    - O Direito de ter filhos em Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas!


    Ainda há parolos que acreditam em histórias da carochinha... mas há que ASSUMIR a realidade:
    - Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
    - No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade!... De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver http://tabusexo.blogspot.com/.


    CONCLUINDO:
    - Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas é natural que sejam apenas os machos mais fortes a terem filhos, NO ENTANTO, as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de assumir a sua História: não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!... Assim sendo, nestas sociedades deve ser possibilitada a existência de barrigas de aluguer {ÚTEROS ARTIFICIAIS – deve ser considerado uma Investigação Cientifica Prioritária!…} para que, nestas sociedades {a longo prazo} os machos (de boa saúde) rejeitados pelas fêmeas, possam ter filhos!


    NOTA 1: Incompetência sexual não significa inutilidade... de facto, os machos mais fracos já mostraram o seu valor: as sociedades tecnologicamente mais evoluídas... são sociedades tradicionalmente monogâmicas!


    NOTA 2: Hoje em dia, por um lado, muitas mulheres vão à procura de machos de maior competência sexual, nomeadamente, machos oriundos de sociedades tradicionalmente Poligâmicas: nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos, logo, seleccionam e apuram a qualidade dos machos.
    Por outro lado, hoje em dia muitos machos das sociedades tradicionalmente Monogâmicas vão à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas [mais dóceis] oriundas de outras sociedades...

    ResponderEliminar