sexta-feira, 2 de março de 2012

Numa manhã de Primavera - eu tirei eu tirei

Há coisas que ultrapassam as barreiras naturais da decência, mas há outras ainda que nos fazem pensar, está tudo doido: A enclavofilia sexual.

Independentemente das questões de privacidade e outros pormenores próprios, convém realçar que, ao melhor estilo hollywoodesco, a ver os pombos a passar... deixa-os pousar, deixa-os pousar, muito tranquilamente a lambarda transmuta-se em langonha azeda....

A enclavofilia sexual caracteriza-se, já no seu estado mais agudo, por uma impunidade crescente em termos de leis e estatutos, foi-se a moral e a ética, segue-se a ordem natural das coisas e a estética. Não nos podemos surpreender quando (pseudo)doutores apresentam estudos que dizem que é a mesma coisa matar um feto e um ser humano recém-nascido, e que por isso mesmo se não foi morto enquanto era feto pode-o ser enquanto for recém-nascido. É a tão propalada revolução sexual que está a dar corpo à bestofilia sexual já vigente em muitos locais.


Numa manhã de primavera
eu tirei eu tirei
de mansinho e na veia certa
 eu tirei eu tirei
ao buraquinho do cordel
eu tirei eu tirei

Sem comentários:

Enviar um comentário