segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Ser Português

«Ser Português também é uma arte, e uma arte de grande alcance nacional, e, por isso, bem digna de cultura.
O mestre que a ensinar aos seus alunos, trabalhará como se fora um escultor, modelando as almas juvenis para lhes imprimir os traços fisionómicos da Raça lusíada. São eles que a destacam e lhe dão personalidade própria, a qual se projecta em lembrança no passado, e em esperança e desejo no futuro. E, em si, realiza, deste modo, aquela unidade da morte e da vida, do espírito e da matéria, que caracteriza o Ser.
O fim desta arte é a renascença de Portugal, tentada pela reintegração dos portugueses no carácter que por tradição e herança lhes pertence, para que eles ganhem uma nova actividade moral e social, subordinada a um objectivo comum superior. Em duas palavras: colocar a nossa pátria ressurgida em frente do seu Destino.
As descobertas foram o início da sua Obra. Desde então até hoje tem dormido. Desperta, saberá concluí-la... ou, melhor, continuá-la, porque o definitivo não existe.»


Teixeira de Pascoaes in "Arte de ser Português".

1 comentário:

  1. Ainda bem que lembra Teixeira de Pascoaes e o seu livro "Arte de ser Português". É uma obra preciosa que deveria ser tratada nas escolas portuguesas.

    ResponderEliminar