quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O país dos palhaços e o nobel da economia

A recente entrevista de Paul Krugman a uma estação de televisão, mostra claramente que a economia actual é um mar de enganos.

Descer os salários dizia ele. Mas que salários, e de quem? O Sr. Krugman por acaso conhece alguma coisa de Portugal? Não, não conhece, e claro está que baboseiras destas são apenas para distrair os incautos.

O Sr. Krugman e outros que tais alguma vez pensaram em reduzir os seus salários? Claro que não, pois consideram-se uma estirpe à parte. Na opinião destes economistas de franjinha, apenas o povo ou os comedores inúteis devem ter os seus salários diminuídos, para que os senhores economistas possam continuar a limpar milhares de euros dizendo banalidades. Num país de palhaços como este (e não é de ãnimo leve que digo isto), qualquer camelo vem botar asneiras pela boca fora, como se de uma obra de caridade se tratasse.

Que pena não ter caído uma bomba nos estúdios dessa televisão durante a entrevista.

Sem comentários:

Enviar um comentário