quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Clepto sugos e torcionários de feira - os democratas

Segundo o jornal i, o orçamento de estado alimenta 14000 empresas públicas, incluíndo-se aqui as público - privadas que na realidade são públicas também. Lá fora toda a gente diz o óbvio reduzir na despesa, e isso significa redução do número de ministérios e secretarias de estado, reduzir carros, viagens, refeições ou festas públicas.
O que há de novo aqui? Nada. É que nada disto que acima foi dito se faz em Portugal, os "clepto sugos" passam a torcionários com a maior destreza possível.

É evidente que esta "democracia", e reparem bem que digo esta "democracia", é um erro paisagístico de base. E aqui estou a ser simpático com esta "democracia", pois para além disso, esta "democracia" desincentiva o espírito crítico substituíndo-o por uma coisa que poderia ser chamada de "desaprendizagem instrumentalizada", táctica esta que serve naturalmente os interesses de quem comanda, os "democratas" desta "democracia".

Sem comentários:

Enviar um comentário