quinta-feira, 14 de julho de 2011

O humanismo e a decadência humana segundo René Guénon

No renascimento, a palavra "humanismo" recebeu honrarias pelas quais pretendia resumir o programa da civilização moderna. Pretendeu-se reduzir tudo a proporções puramente humanas, fazer abstracção de todo o princípio de ordem superior.

Simbolicamente e fenologicamente, o homem foi-se gradualmente afastando do ceú sob o pretexto de conquistar toda a terra. Nem os Gregos foram tão longe mesmo na sua decadência.

É aqui que nasce o utilitarismo, que passa a ser o primeiro plano dos modernos.~

O "humanismo" era já uma primeira forma do que se tornou o laicismo contemporâneo.
Remeteu-se tudo à medida do homem, tomado como um fim em si próprio, tendo como consequência mais imediata, a descida grau a grau ao nível mais inferior do próprio homem. Procura-se apenas a satisfação dos sentidos e necessidades inerentes ao lado material da sua natureza-procura bem ilusória, de resto-porque cria sempre mais necessidades artificiais do que aquelas que pode satisfazer.

Sem comentários:

Enviar um comentário