terça-feira, 14 de junho de 2011

O que o socialismo e José Sócrates fizeram ao país

Para bom entendedor meia palavra basta, diz o velhinho ditado. Não parece ser esse o caso dos portugueses, não somos nada bons entendedores, pelo menos em matérias políticas, e por isso mesmo continuamos a repetir os mesmos erros. A governação socialista dos últimos 6 anos é o exemplo claro de que somos maus entendedores. Não só maus entendedores como maus pensadores. Os governos socialistas não são apenas socialistas, por muito ou pouco que isso queira dizer, são antes de tudo e principalmente, socialistas fabianos. E como socialistas fabianos que são, estão ao serviço da plutocracia que reclama e publicita muitos direitos para de seguida os retirar. São estes mesmos socialistas fabianos que um pouco por todo o lado dizimam as economias em nome de um princípio igualitário e libertário, desrespeitam as aspirações dos povos em nome de um princípio político-económico que como se sabe prejudica as populações e destroem a cultura transformando-a em mero objecto comercializável. A ancestralidade e a genealogia são hoje alvos de ataques que nos fazem desconfiar do futuro. Assim também como a parentalidade e o casamento que são hoje vítimas da maior distorção de sempre. O gaymónio, o aborto, que segundo estudos é usado como método de contracepção, a eutanásia, a liberalização de tudo e todos vai resolver os problemas do país? Parece que sim, na mente dos socialistas fabianos. O programa de despopulação mundial (agenda do socialismo fabiano e da plutocracia) faz referência precisamente a esta subversão da sociedade em que o que antes estava certo passará depois do novo paradigma a estar errado....
Os socialistas fabianos possuem outra característica interessante, é que hipoteticamente são eles os responsáveis pelas crises, seja pelas suas ligações aos carteis dos bancos e das casas bolsistas, seja pelas ligações aos governos ou organismos deles dependentes, o que faz com que eles destruam tudo e de seguida queiram repôr a ordem. E de que forma querem repôr a ordem? Da única forma que o sabem e lhes ensinaram nas escolas fabianas. Dando direitos a uns mas tendo de os retirar a outros, dando muitas liberdades mas restringindo-as ao mesmo tempo, impondo uma cultura de garganta funda e manipulando a sociedade em termos maniqueístas e com foros de perseguição ideológica.
Devo dizer que o problema deste país não foi só o socialismo fabiano, porque também a social democracia, que é só democracia dos interesses, fez as suas asneiras, mas de nenhuma maneira são comparáveis as asneiras do socialismo fabiano e da social democracia. É tempo dos Portugueses acordarem.

Sem comentários:

Enviar um comentário