sexta-feira, 17 de junho de 2011

Desigualdade de rendimento (S80/S20):os 20% mais ricos face aos 20% mais pobres

De acordo com este indicador, Portugal apresentava-se como o quarto país mais assimétrico da UE-27 em 2007, apesar das desigualdades de rendimento entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres terem conhecido uma ténue diminuição entre 1997 e 2007.
O S80/S20 é um rácio de percentil que mede a diferença entre o rendimento total recebido pelos 20% da população que detém níveis mais elevados de rendimento (quintil de topo) e o rendimento total auferido pelos 20% com menor nível de rendimento (quintil de base). Em Portugal o rendimento auferido pelos 20% mais ricos é 6,1 vezes superior ao dos 20% mais pobres. O país pior classificado é a Letónia com uma diferença entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres de 7,3 vezes. Logo a seguir, em 2º e 3º lugar temos a Roménia e a Bulgária com 7 e 6,5 vezes respectivamente. Não deixa de ser curioso que os três países que estão em primeiro lugar sejam três países que aderiram recentemente à União Europeia, casos da Eslováquia, da Eslovénia e da República Checa. Verifica-se que entre 1997 e 2007, as desigualdades de rendimento em Portugal são sempre superiores às verificadas quer no conjunto de países que formam a UE-15, quer também nos NEM (novos estados membros).
Uma vez mais, Portugal é dos campeões da desgraça.
Evolução da desigualdade entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres em Portugal entre 1997 e 2007:
1997-6,8; 1998-6,4; 1999-6,4; 2000- 6,5; 2001-6,6; 2002-7,3; 2003- 6,9; 2004- 6,9; 2005- 6,8; 2006- 6,5; 2007- 6,1.
Evolução da desigualdade entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres média EU-25:
1997- 4,6; 1998- 4,6; 1999- 4,5; 2000- 4,5; 2001- 4,4; 2002- 4,6; 2003- 4,8; 2004- 4,9; 2005- 4,8; 2006-4,8, 2007- 4,8.
Desnecessário qualquer comentário!

Sem comentários:

Enviar um comentário