quinta-feira, 22 de julho de 2010

A democracia está podre e recomenda-se

Não sei se estarei a exagerar se disser que devem existir pouquíssimos países no mundo que façam pouco dos seus habitantes como em Portugal. Nunca os trabalhadores em Portugal foram tão mal tratados como na actualidade. Por este andar, quem tiver a sorte de ainda ter trabalho neste país vai começar a pagar um imposto. E agora querem deixar a decisão de abrir os hipers ao domingo às autarquias. Está bom de ver que os nossos autarcas como bons cães de fila que são, vão sem qualquer dúvida, dar a respectiva autorização para que isso aconteça. As pessoas que lá trabalham, nos hipers, não têm direito a estar com as respectivas famílias, serão apenas robôs do sistema, para os senhores gestores e administradores continuarem a enfiarem pelo olho do cú acima milhares e milhares de euros. Quanto ao défice, caiu a máscara aos filhos da p.... que nos desgovernam, a despesa do estado sobe continuamente e continuará a subir, até que já não haja espaço de manobra para as pessoas pagarem mais impostos e taxas.
A democracia e o estado de direito dessa gentalha que nos desgoverna é como uma meia, vira-se ao contrário e já está! Portugal, paraíso criminal. Se os grandes criminosos do mundo inteiro souberem do que aqui se passa, virão todos para cá. Seremos umas ilhas caimão, do crime e da ignomínia. Mentalidades esquerdistas, tipo bloco de esterco, é o que temos actualmente no nosso país. Mas enfim, não há capacidade de verem mais. A verdadeira revolução vai acontecer, não demorará muito mais tempo, mas vai ser a sério, não vai ser um abanar de cravos como foi a do 25 da silva. Os alegretes, os cavaquetes e os socrenetes deste país vão pagar bem caro anos e anos de incúria de irresponsabilidade e de corrupção. Esse dia está cada vez mais próximo, e apenas vos digo caros amigos, preparem-se bem que a coisa vai ser a sério. Os levantamentos e as desordens públicas vão ser o prato do dia. Cuidado, muito cuidado daqui para a frente, é preciso proteger os vossos bens, pô-los a salvo de saques e falcatruas que brevemente começarão a acontecer. Saúde para todos.

2 comentários:

  1. Os palerminhas "liberais" dos bloguezinhos da direitinha é que devem estar satisfeitos. Com a abertura dos hipers ao Domingo a economia vai ser estimulada e cria-se emprego e blá blá. O que é preciso é criar condições para os empresários e tal. A ladaínha sabem-na eles, mas quando as coisas correm mal toca a correr para os braços do estado-salvador.

    ResponderEliminar
  2. Se pensarmos que durante anos temos assistido precisamente a essa situação que referes, não é de admirar a banalização que tal facto já atingiu. Por aqui se vê o que temos e o que continuaremos a ter. Não consigo conceber que um povo como o nosso consiga continuar caladinho, impávido e sereno até, perante tamanhas intrujices. Será que já atingimos um ponto sem retorno?

    ResponderEliminar