sábado, 12 de junho de 2010

A velhice e a verdade

Na sexta-feira passada dava eu uma saída de automóvel para tratar de assuntos, e ouvindo a TSF, deparo-me com uma entrevista ao Sr. Mário Soares. Nunca gostei desse personagem, mas isso nada tem a ver para o caso. E enquanto conduzia vou ouvindo a entrevista, e qual não é o meu espanto, quando o dito senhor traça o diagnóstico perfeito da actual crise que se vai vivendo. Não poderia ser mais certeiro o Sr. Soares, pena é que nos seus tempos não tivesse pensado nisso. É claro que na época dele não existia o neoliberalismo, mas existia já a incúria, o facilitismo, a corrupção e outras coisas mais, mas disso nem uma palavra, evidentemente, faz parte da cartilharia política. Quando eles estão de pé para a cova, lá vem o rebate de consciência, e lá conseguem dizer umas verdades.

Sem comentários:

Enviar um comentário