quinta-feira, 4 de março de 2010

O 4º Reich está a caminho

(...) os industriais e economistas mais influentes deram ordens concretas para que se preservasse o regime nazi,criando-se um mercado comum europeu.(..)
Os chefes nazis procuravam preservar a sua potência no fim da 2ª guerra mundial.Eles conspiraram para a criação do 4º reich sob os auspícios da união europeia. Os documentos descobertos indicam que este complot é real! (..)
(...) Num artigo do jornal britânico Daily Mail, Adam Labord revela a sua descoberta sobre uma relação entre os serviços de informação americanos (EW-PA 128) conhecido pelo nome de Red House Report, o qual detalha como os altos quadros nazis se encontraram secretamente no dia 10 de agosto de 1944, em estrasburgo no Hotel Maison Rouge ( sabendo de antemão que a alemanha estava na iminência de perder a guerra) com o objectivo de criar um 4º reich, um império económico pan-europeu, fundado sobre um mercado comum europeu.(..)
(...) Adam Labord indica que «o terceiro reich estava vencido militarmente, mas os banqueiros, os industriais e os funcionários nazis transmutaram-se em democratas tão rapidamente quanto a economia da alemanha do leste começou a prosperar.» A partir daqui, eles lançaram-se arduamente para uma nova causa: a integração política e económica europeia(...). Será possível que o quarto reich que estes industriais nazis previram, se tenha de uma certa forma tornado realidade? Interroga-se Adam Labord.
«Estas três páginas dactilografadas à máquina relembram que a orientação actual de um estado federal europeu está inexoravelmente manchado pelos planos das SS e pelos planos dos industriais alemães para o quarto reich- uma ordem económica em detrimento de uma ordem militar.»(...)
(...) A fundação da união europeia foi a termo a implantação do euro que já era tema de discussão do clube bilderberg nos anos 50. Documentos provam que o plano visava criar um mercado comum europeu e uma moeda única foi formulada pelo grupo bilderberg em 1955. Um dos fundadores do grupo bilderberg, o príncipe Bernhard da holanda foi ele mesmo um antigo oficial nazi, pertencia ao corpo das SS.(...)
Mas o quadro ideológico da união europeia é muito mais antigo no tempo,no início de 1940 quando os economistas e universitários nazis descreveram um plano para uma única comunidade económica europeia, um programa que foi devidamente seguido depois da 2ª guerra mundial.
No livro " a comunidade europeia" escrito por Walther Funk em 1940( antigo ministro nazi), ele declara a necessidade de criar uma « união da europa central»,e um « espaço económico europeu» para assegurar uma taxa de câmbio fixa. O autor do livro declara também que « nenhuma nação conseguirá sozinha chegar ao mais alto nível de liberdade económica necessitando das exigências sociais. A formação de um grande espaço económico segue a lei natural do desenvolvimento, os acordos entre estados europeus regerão as forças económicas... deve haver uma vontade de subordinar os seus próprios interesses aos de uma comunidade europeia.» A maior parte das pessoas que detém o poder na união europeia não saõ nazis, na verdade, não passam de simples liberais que trabalham para o grande bem comum. No entanto, a união europeia é no seu íntimo, totalitária, pois ela visa essencialmente eliminar o poder governativo nacional de cada país para ser substituído por entidades supra nacionais que não prestam contas a ninguém. Visa igualmente suprimir a liberdade de expressão a todas as pessoas e sobretudo combater as pessoas que digam mal da união europeia.

In Spread the truth by Jurgen Elsasser

2 comentários:

  1. Sinceramnete desconhecia esta teoria.
    Já tinha ouvido outra que a UE era uma criação mais próxima do socialismo marxista:
    Na taxonomia- Os Comissários
    Na Lógica económica- Primeiro moldar a infraestrutura económica e depois seguir-se-á automáticamente a superestrutura juridico política.
    também na economia- O Planeamento Cebtral da Economia, com a Politica Agricola Comum, o Banco Central Europeu, como dos maiores expoentes...
    Infelizmente pela realidade dos factos, com o multiculturalismo e a perda da nossa identidade, parece-me que o 4.º Reich está a perder...
    Um Abraço

    ResponderEliminar
  2. Est quarto reich é mais uma figura de estilo, não deve ser levado á letra.Mas uma coisa é certa, esta UE é uma mistura de neo-marxismo com um multiculturalismo decadente polvilhada com uma gramas de nacional socialismo.

    ResponderEliminar