quarta-feira, 3 de março de 2010

E se a grécia mostrasse a via da revolta à UE e ao FMI?(IV)

Enquanto que o líbano por exemplo, tem um CDS a 255 eo de marrocos está a 113...o que quer dizer que para os mercados o risco de bancarrota da grécia seria 4 vezes superior ao de marrocos, o que é irrealista.

Cumplicidade das agências de notação:

Três agências de notação, a Standard & Poor´s, a moody´s e a Fitch, distribuem informações e relatórios ao mundo inteiro. O papel deles passa por avaliar a capacidade dos estados pagarem as suas dívidas. Nenhum produto lhes escapa, tanto faz que sejam obrigações emitidas pela nestlé como produtos estruturais dos bancos e também fundos utilizados pelos estados.

Os seus alertas sobre a dívida pública estão a fazer cair a grécia e fazem vacilar portugal,espanha e irlanda. É legítimo interrogarmo-nos sobre o papel dos fabricantes de pânico e dos amplificadores de crises. Não esqueçamos que foram estas agências que construíram a bomba dos sub-prime que originou a crise financeira de 2008.

Tradução feita do blog mecanopolis

Sem comentários:

Enviar um comentário