quarta-feira, 4 de novembro de 2009

A cruz-símbolo planetário

A cruz é muito mais do que um símbolo do cristianismo,é antes de tudo um símbolo planetário.A cruz na sua génese é pré-cristã,representa não só um simbolismo religioso como também um simbolismo cósmico.
Mais uma vez a elite apátrida anti-cristã veio conspurcar as relações entre o Homem e o planeta,entre o Homem e o cosmos.Nada sabem sobre a cruz,assim como sobre a suástica,sobre a circunferência,sobre a circunferência com a cruz no meio,nada sabem.Apenas sabem e glorificam o seu progressismo balofo,que lhes diz que essas coisas estão ultrapassadas.Mas ultrapassado está todo aquele que pensa assim.
As relações das plantas,dos animais e do Homem com as correntes de vida na atmosfera terrestre são representadas por uma cruz.O reino mineral não está representado porque não tem um corpo vital individual e portanto não pode ser veículo de correntes que pertencem aos reinos superiores.
O braço inferior da cruz indica a planta,que tem as suas raízes na terra química,mineral.Os espíritos de grupo das plantas estão no centro da terra.Destes espíritos de grupo das plantas fluem correntes em todas as direcções da terra,exteriorizadas através das plantas.A parte superior da cruz representa o Homem,é uma planta invertida.A planta absove os seus alimentos por baixo,pelas raízes e o Homem absorve-os pela parte superior.A planta dirige os seus órgãos de geração para o sol e o Homem,a planta invertida,volve os seus órgãos para o centro da terra.Enquanto a planta é sustentada pelas correntes espirituais do espírito de grupo, o Homem,a planta invertida,recebe do sol a influência espiritual mais elevada.O sol envia os seus raios através do Homem,que descem da cabeça para baixo.A planta recebe e absorve o venenoso dióxido de carbono expirado pelo Homem,e exala,em troca,o vivificante oxigénio que o Homem utiliza.
O animal,representado pelo braço horizontal da cruz,está entre a planta e o Homem.A sua espinha dorsal é horizontal e através dela,passam as correntes do espírito de grupo ,que circulam em torno da terra.Nenhum animal pode permanecer em posição erecta,porque nessa posição,as correntes do espírito de grupo,não podem guiá-lo.Morreria,por não estar suficientemente individualizado para suportar as correntes espirituais que penetram através da medula espinal humana.
A primeira cruz não tinha o braço superior,por não haver ainda nessa altura o Homem tal e qual o conhecemos hoje.Nessa altura era a cruz tau.
Voltando ao princípio,todos estes laicos anti-cristãos e anti-planetários(embora aqui eles não tenham consciência disto) NÃO SABEM O QUE ESTÃO A DIZER NEM O QUE ESTÃO A FAZER.
Tristes ignorantes,pensarem que a cruz se resume a uma questão religiosa,é uma coisa altamente desclassificante para as suas próprias pessoas.Mas de gargalhada em gargalhada,lá vai o progressismo rendendo asneiras e fazendo com que milhões e milhões de cristãos sejam ofendidos e vilipendiados.Se fosse o crescente lunar,já teria começado uma guerra...

1 comentário:

  1. Estas bestas, de símbolos conhecem a foice e o martelo - e mal. Agora o que mais conhecem é a bandeira arco-íris da paneleiragem, símbolo dos seus "valores" positivos. Saúde!

    ResponderEliminar