terça-feira, 22 de setembro de 2009

Chegou a Hora-parte II

No seguimento do post anterior,é importante que se diga o seguinte:

1-Os tradicionais votantes de direita têm receio de votar no PNR por temerem que a esquerda radical possa sair beneficiada dessa situação.Numa primeira análise,seríamos levados a concordar com isso,mas analisando esta questão em pormenor isso não é verdade.Não é verdade porque a dispersão de alguns milhares de votos(que é o máximo que o PNR pode aspirar de momento) não irá causar grandes mudanças.O PSD perder uns 10000 ou 20000 votos não lhe fará grande diferença,assim como em relação ao CDS.

2-Ainda existe aquela ideia que um voto no PNR é um voto perdido,porque não está a competir directamente com o PS e os da esquerda radical.Mais uma vez isso não é verdade,e é muito fácil chegar a essa conclusão.Embora numa primeira fase o PNR não cause mossa,poderá vir a causar a médio prazo,que é o que se pretende.E é nessa perspectiva que temos de ver as coisas.Não há imediatismos nem pode haver em nenhum projecto político.

3-O projecto do PNR é crescer sustentadamente.O ideal seria conseguir-se 30000 votos nestas eleições,para o partido se poder afirmar definitivamente.Mas se porventura isso não for conseguido,não há que desanimar.É preciso continuar a lutar,é preciso continuar a divulgar a mensagem.Se à primeira ou primeiras dificuldades desistirmos,então não somos dignos de nós próprios nem de Portugal.
Por um Portugal nacionalista e por um povo que ame e tenha orgulho na sua pátria,luto todos os dias da minha vida e espero o mesmo de vós todos,nacionalistas.

Chegou a hora,é hora de nos fazermos ao caminho,o PNR tem de chegar aos 30000 votos,mas se lá não chegar não é motivo para desanimar,bem pelo contrário.

Sem comentários:

Enviar um comentário