quarta-feira, 1 de abril de 2009

Jogos de palavras?

Todos aqueles que diziam que a terra era o centro do mundo,julgavam-se de um poder imenso,incompreensível e inatingível,o que lhes permitia por seu turno,o domínio da situação em qualquer circunstância,como fosse o caso da inquisição durante a idade média.Não pretendo aquilo falar sobre isso em concreto,apenas faço uso deste exemplo para fazer uma analogia muito simples.
O que está a acontecer na realidade no nosso mundo actual não nos permite ver com "olhos de ver"porque mergulhamos muito fundo na matéria,no mundo das formas,na maior ilusão universal,por mais paradoxal que isso vos possa parecer!O Homem foi feito à imagem e semelhança de Deus!
Nada há a opor a esse desígnio!Ele é simplesmente elementar,faz parte de uma ordem intrínseca que probabiliza a todo o instante,não é uma ordem determinista tal e qual a conhecemos do nosso mundo das formas.Assim sendo perante essa afirmação,de que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus,poderemos dizer que o Homem é um "Deus em potência",ou mais exactamente Deus,como afirmam e muito bem na minha opinião certos investigadores(se são idiotas ou não,isso são outras histórias...mas como a negação da negação faz parte da nossa história moderna,já nada me espanta.).
Não,não estou a brincar,nem a dar tanga a ninguém,a grande questão com que me deparo há anos é a seguinte:haverá alguém que ainda acredite nesta ordem?E qual o significado de se acreditar nesta ordem?E quem disse que a história tem sempre o mesmo significado,em todas as épocas e respectivos contextos?
A mensagem da ciência moderna,e entendam moderno aqui como não alinhado com o pensamento oficial e por inerência com o sistema oficial,mas essa mensagem dizia eu,é que o mundo das formas(o nosso mundo) depende do mundo das não formas.As descobertas recentes na física quântica e nos domínios dos cenários supersimétricos fizeram renascer das sombras o oculto e o mundo enterrado do esoterismo,sobretudo o esoterismo pagão ainda possuidor dos verdadeiros veículos da sabedoria das idades.Estamos bem enganados todos aqueles que pensarmos que aquilo que estou aqui a falar são delírios e imaginação fértil,e podeís rir-vos à vontade,porque aquilo que vos vou dizer de seguida de certeza que fará aumentar o nível sonoro das gargalhadas.A base do mundo material e real,é não material e não real!Como pode ser isso?Ainda não se sabe com rigor,o que se sabe,é que a ordem que conhecemos no nosso mundo não existe no espaço profundo,a própria ordem temporal,inexiste na sua essência.E quando se observa a matéria a escalas cada vez mais reduzidas,deparam-se-nos verdadeiras surpresas.Um mundo incompreensível se apresenta ante os nossos olhos,e o simples facto de se observar uma experiência em laboratório,essa observação tem influência no resultado!!Um electrão a partícula mensageira da electricidade,na sua realidade primeira é uma partícula e uma onda ao mesmo tempo,se for observada comporta-se como uma partícula,mas se não for observada comporta-se como uma onda!Ora alguém me pode explicar como é que um electrão(ou outros) sabem se estão ou não a ser observados???
Aqui está o cerne da questão.As recentes descobertas da física moderna poderão um dia derrubar a ciência institucionalizada,porque cada vez mais as respostas a várias perguntas vão chegando pelas vias da ciência não institucional e aliando esse cenário às descobertas da física quântica,o "puzzle"começa a encaixar.
O universo está em constante evolução e tudo,nós incluídos(porque haveríamos de estar fora disso?),tende para a perfeição absoluta,e isto não é um sonho,o universo é dinâmico,e esse dinamismo faz parte de tudo,nós incluídos.
E porque falo nisto?Muito simples.Muitos e muitos autores e lutadores por excelência se referiam a este facto,o aperfeiçoamento espiritual do homem,só isso lhe conferiria poder para continuar a evoluir,para que o Deus ,Pátria e família se restabeleça no mundo,mas um Deus grandioso e replandescente e não como o actual,vingativo e selectivo,pátria sim de direito e não de usurpação,como acontece actualmente por via dos interesses mundialistas,e família não a actual completamente desmembrada por motivos óbvios de globalização.
Para inverter o actual caos que nos está reservado é necessário que as pessoas tenham ou começam a ganhar consciência de que o futuro homem,o futuro mundo,precisará evoluir espiritualmente para se permitir atingir esse estado,esse poder existe,está a um estalar de dedos,e quando a humanidade quiser(esta afirmação poderá parecer muito audaciosa)poderá derrubar num instante a ordem mundial vigente.Mas isso não acontece,nem acontecerá nos próximos anos.A humanidade está completamente perdida no materialismo e na tecnologia de massas,factores altamente valorizados num mundo podre de moral e cheio de conservadorismo obsoleto.Mas cada um que tire as suas conclusões,e quando um executivo de uma multinacional é premiado com um prémio de 70 milhões de euros por aumentar as vendas em 700 milhões de euros,tudo está bem não fosse o caso de haver no mundo 700 milhões de pessoas ou muitas mais,que nunca ganharão todas juntas,esse dinheiro nas suas vidas.
Enquanto houver pessoas que pensem que isto é normal,nada mais nos restará senão destruição e morte.

O nacionalismo é sobretudo espiritual,tem muito mais de espiritual do que material.Para o aparecimento do "homem novo"é necessário que a espiritualização humana seja uma realidade e para isso ser realidade é vital que esse processo aconteça o quanto antes.A próxima etapa do desenvolvimento humano proceder-se-á nos domínios espirituais,com a respectiva subtilização dos corpos humanos.O próprio nacionalismo e as diversas correntes nacionalistas fazem menção a isso.Haja olhos de ver e ouvidos de ouvir.

Sem comentários:

Enviar um comentário