quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Matéria,material e materialismo

Esta visão actual do "pós-modernismo",de que para uns estarem bem outros têm de estar mal,para que uns vivam bem outros vivam mal ou menos bem,caiu por terra!!Não agora,nem em qualquer escala de tempo mensurável!
Este tombo,digamos assim,era o resultado previsível do "laço"que provocou a queda da actual visão do mundo,e atenção,há aqui um pormenor nesta crise que tem escapado a um olhar mais atento,refiro-me concretamente ao efeito dominó que se gerou.

Crise e Plutocracia:

O que esta crise,essencialmente, veio mostrar,e digo aqui essencialmente não como figura de estilo,mas sim como a mensagem prioritária,foi que isto poderá ser só o início.Depois de um período de acalmia e recuperação,novas crises surgirão,cada uma mais violenta do que a anterior.O reino plutocrático não dará tréguas até conseguir aquilo que quer,que é o controlo total do planeta.Por todo o lado os despedimentos e a contenção de despesas estão na ordem do dia,seja em grandes,médias ou pequenas empresas.A estabilidade social está posta em causa,e ninguém faz nada,nem governos,nem bancos centrais,ninguém mesmo,como se um estranho desígnio se tivesse abatido sobre a humanidade,obrigando-a a caminhar para um abismo incalculável,para uma nova idade média,como já referiram alguns autores.


O que há de novo:

Teorias da conspiração???Não vão por aí,será só enganos e distorções.O que vos digo é demasiado sério,demasiadamente sério,para ser levado de ânimo leve.Não sou profeta da desgraça,longe disso,e também sou uma pessoa normalíssima dentro dos padrões considerados normais,mas há evidências que não podem ser negadas e por mais que queiramos essas evidências não podem ser atribuídas ao acaso ou a coincidências.Acasos e coincidências não existem,são o pseudónimo de Deus.
Outra coisa mais,como não acreditamos em nada exterior á realidade física,de que nos serve viver num mundo de matéria?Ficamos estagnados,não fazemos a matéria trabalhar para atingir outros estados e níveis de consciência.E quando não se acredita...


Profecias e a actualidade:

A "plutolândia" vem a caminho e irá estabelecer-se definitivamente,a menos que alguém faça alguma coisa.O mais engraçado é que estes acontecimentos estavam profetizados á milhares de anos atrás em diferentes culturas e épocas mundiais!Temos exemplos desses da nossa história recente,como o antigo egipto,Roma e a grécia antiga,onde surgiram as primeiras democracias.O governo único,a moeda única,a religião única,estilo de vida único,pensamento único e por aí fora,tudo isto já se sabia há milhares de anos atrás.Quem conhecer um pouco sobre essas antigas profecias,não deixará de ficar impressionado com a similitude dos factos.O que nos leva a outra questão:estará a cronologia mundial certa?


Tempo Vs. história:

Para nossa felicidade,surgiram de há uns anos a esta parte,uns aliados involuntários!São eles os cientistas e investigadores da mecânica quântica ou melhor dito da cosmologia quântica,que com as suas recentes descobertas vieram pôr de pernas para o ar a ciência institucionalizada.Uma das primeiras coisas que essas descobertas fizeram foi desmistificar o conceito da criação.A história é bem mais antiga do que se suponha,a datação oficial da história peca por defeito,o que quer dizer que a história e alguns factos históricos são bem mais antigos do que se admitia até agora.
Isto tem implicações em vários campos,desde logo,no ressurgir de velhas tradições e ciências não institucionais,implica o regresso a um passado que foi sendo renegado e considerado herético durante séculos,o oculto está a ressurgir,com mais força e sentido do que seria de esperar para as ciências ditas malditas e hereges.E quem provoca este ressurgimento?


O mundo dos quanta:

A cosmologia quântica,apesar dos avanços conseguidos,debate-se ainda com alguns problemas teóricos o que impede por enquanto,um entendimento mais profundo das questões do universo.Existem problemas de fundo,ou topológicos,que estão completamente fora da órbita material da visão do mundo.Têm chegado algumas respostas doutras disciplinas.Mas essas respostas não vêm da ciência institucional,vêm antes das ciências ocultas,como sejam,o espiritualismo,a religião,a parapsicologia,a psicoquenésia,a psiquitria,a genética,todas elas vão trazendo informação que está a convergir para um ponto comum.A teoria do campo unificado,que é a grande busca da ciência moderna.A velha visão mecanicista do universo,ruiu,e deu lugar ao mundo dos quanta,que é um mundo probabilístico,onde imprevisibilidade e não localidade são as premissas fundamentais.Este mundo é espiritual e não material,e como dizia "Robert Schaffer"no seu excelente livro-"Em busca da realidade divina":A base do mundo material e real é não material e não real.


Tecendo uma teia no espaço:

A mensagem da ciência moderna é que a evolução é eterna,e isso inclui-nos a nós próprios,humanidade no seu conjunto.As leis que regem o nosso mundo físico são de natureza espiritual,impalpável e imutáveis,não podem ser compreendidas na sua totalidade,mas podem começar a ser entendidas e para isso,é preciso esquecer definitivamente a visão Newtoniana do mundo.Nem o universo é um relógio mecânico nem nós somos observadores estacionários,como tal,só mudando paradigmas e conceitos poderemos lá chegar.Vou dar um pequeno exemplo para ilustrar o que tenho vindo aqui a dizer:Uma partícula sub-atómica,suponhamos um electrão,quando observada comporta-se como uma partícula,mas quando não é observada comporta-se como uma onda.Ora isto foge totalmente ao que conhecemos e damos por normal,uma coisa não pode ser duas coisas,mas no mundo sub-atómico uma coisa é de facto duas coisas ou até mais,é a dualidade onda-partícula.O simples facto de se proceder a uma observação tem influência no resultado final,como se as nossas expectativas influenciassem os resultados,o que na verdade acontece.Aliás tudo o que pensamos ,fazemos,intuímos,etc,etc,tem influência no universo.O universo é uma mente,é um estado espiritual,não tem nada de material que lhe possa servir,a matéria é apenas uma forma de entre várias formas de moldar energia,de a deslocalizar para qualquer ponto do universo.Tudo é energia.


Mas o que temos nós a ver com isto?


A esta pergunta não será possível responder satisfatoriamente sem definirmos com propriedade o que é ou não vida,o que somos ou não somos,no que acreditamos ou não acreditamos.Um homem é homem pensarão e dirão muitos de nós.Assim como uma estrela é uma estrela,ou um planeta é um planeta.Numa primeira análise isto é verdade,mas o homem tem capacidades para estar num patamar mais elevado,passando a ser co-criador da sua realidade e do mundo onde vive.Na verdade,o homem é o criador de si próprio,embora não haja uma consciência clara e definida disso mesmo.E como a ordem moral e por conseguinte espiritual da nossa civilização não avança para outros níveis,o "estado de guerrilha"instalou-se na sociedade em geral.Guerrilha atodos os níveis,político,económico,religioso,para só falar nestes,o que faz com que vivamos sobre uma ditadura económica,com uma democracia inexistente,se é que alguma vez existiu democracia ou se terá esse conceito alguma validade?

A liberdade e o novo homem:

Se o conceito de democracia existe ou não,acho que essa é uma questão ontológica que nos ultrapassa,agora o que é certo e sabido,é que esta actual democracia fica-se pela teoria,foi uma usurpação de nome e pouco mais,existe para servir uma pequena elite que tudo controlará mais cedo ou mais tarde,impondo como estilo de vida dominante,o materialismo puro e duro,com as suas regras e desgraças subjacentes.Tudo é pago para existir,e se tudo é pago para existir onde está a liberdade?Essa famosa liberdade,uma das principais bandeiras da democracia fica assim em causa!Porque acho eu,ninguém pode pôr em causa,a factualidade desta afirmação,se tudo é pago para existir onde está a liberdade??Onde está ela??A liberdade natural e intrínseca faz parte do código genético da humanidade,não pode ser negociada nem legislada por nenhuma lei,não pode ser alvo de especulações por parte de uns poucos que criaram a nova ordem mundial para servir "apetites e sabores".E já agora onde está a lei?A lei verdadeira e natural,existente por si própria,que carece de divulgação,prova ou ensino?A lei verdadeira simplesmente é,não é decretável sobre qualquer forma.Se nos dizem que uma determinada lei existe para o nosso bem,então porque nos tem de ser explicada?Se tem de nos ser explicada é porque não é a verdadeira lei.São estes dois exemplos que fazem vir ao de cima os paradoxos da democracia,mas como ninguém pensa nisto seriamente,perpetua-se o estado de guerrilha,e no actual momento,é necessário um novo homem,essencialmente por dentro,para mudar este estado de coisas.Um novo homem em que se funda razão e espiritualidade,crença e consciência,o macrocosmos e microcosmos,para evitar a destruição que paira sobre a humanidade.Era aqui onde eu queria chegar,é preciso um novo homem,de nada valem as guerras e revoluções se o homem não se regenerar por dentro,se não for ao encontro das suas raízes espitrituais que habitam as profundezas do universo.
E o nacionalismo é parte desse processo!!




NTeorias da conspiração???

Sem comentários:

Enviar um comentário